Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Dia Internacional da Mulher – uma “corrida” com êxito

Dia Internacional da Mulher – uma “corrida” com êxito

“As mulheres ficam muito surpresas ao ver que o túmulo parece vazio. Maria Madalena corre até ‘Simão Pedro e o discípulo que Jesus amava’ — o apóstolo João” (João 20.2).

O Dia Internacional da Mulher marca uma posição de relevância e importância sobre as mulheres em todo mundo, notadamente as que fizeram e fazem história pelos seus feitos em favor da família, das sociedades onde estão inseridas e de toda a humanidade. O dia 08 de março de cada ano é especial, diferente. Tem um significado além da comemoração alusiva à mulher; é uma data plural, cheia do odor das rosas, derramada de lembranças e repleta de esperança.

Nesta data, além de inumeráveis mulheres, uma em especial me chama muito atenção: Maria Madalena. Ela, no amanhecer do dia da ressurreição, correu velozmente em direção aos demais discípulos para anunciar que o corpo de Jesus não estava mais no túmulo. Foi uma corrida que obteve êxito, conquistou o tempo da sua dispensação.

As mulheres em toda a terra continuam correndo, são ligeiras em alcançar seus alvos; e a prova é que neste mais de um século que comemora-se esta data, muitas, inúmeras e abundantes realizações foram reveladas em prol da luta.

Nos dias atuais, mesmo com o registro de grandes conquistas, muitas mulheres continuam sentido a dor da violência, rejeição e abusos de toda natureza. Algumas delas vertendo as lágrimas da exploração, a tristeza de existir como sendo apenas objeto sexual e vitimadas em várias áreas do viver.

A exemplo de Maria Madalena, as mulheres procuram fazer muitas coisas quando estamos desgastados pela vida. E vencem, triunfam, marcam suas gerações das novidades que geram na forja e no calor de seus esforços, os melhores resultados. A emoção daquela serva, sua corrida naquele amanhecer, representam a emoção do mundo inteiro que se alia à luta das mulheres na presença da crueldade esmagadora e da natureza irreparável da insana morte.

Deus abençoe as mulheres brasileiras e de todas as nações da Terra. Maria Madalena continua a chorar em todo o mundo, não nos esqueçamos disso. Parabenizamos as mulheres trabalhadoras, guerreiras da pós-modernidade, valentes pessoas que são impulsionadas pela força e a alegria de Deus.

Feliz Dia Internacional da Mulher, madalenas que correm em favor da vida, abençoadas que acertam o alvo e se tornam no alforje de Deus; flechas lançadas para um novo tempo e uma nova história.

Reverendo Luiz Rodrigues Barbosa Neto
Pastoral Universitária e Escolar
IEP/UNIMEP/Campus Taquaral