Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Páscoa: tempo de recomeçar

Páscoa: tempo de recomeçar

Lucas 24.13-35

 

Este texto é conhecido como os discípulos no caminho de Emaús (Lucas 24.13-35) e, no evangelho de Lucas, é descrito com riqueza de detalhes tornando possível vários aprendizados do relato.

Inicialmente, este texto é muito pedagógico e educativo e aponta a maneira particular de Jesus ensinar e se manifestar. O texto inicia comentando que dois seguidores voltavam para Emaús conversando sobre os últimos acontecimentos de Jerusalém e, principalmente, a decepção que tiveram com a condenação e morte de Jesus. Neste momento, o próprio Jesus se coloca ao lado deles no caminho, e ao invés de se revelar, conversa com eles perguntando porquê estavam tristes (v. 17). O primeiro ensinamento é este: Jesus quer nos ouvir. Deus se importa com seu povo e ouve o clamor de seu povo (Ex 3.7).

Após ouvir os discípulos, Jesus relembra a história do povo de Israel, iniciando com a história e testemunho de Moisés e citando os profetas (Isaías 53.4-12), demonstrando vasto conhecimento e trazendo um sentido e significado para àquela morte sacrificial. Portanto, Jesus deixa o seu segundo ensinamento: ele confirma as promessas de Deus para seu povo, descritas na Bíblia (Nm 23.19).

A terceira e última manifestação de Jesus ocorre no momento que eles chegam em Emaús. Os dois homens convidam Jesus para entrar na casa deles e, no momento da refeição, através do gesto de partir do pão, eles reconhecem Jesus (v. 30). A Bíblia descreve que “se lhes abriram os olhos”, seguido do seu desaparecimento. Em seguida, eles comentaram que desde o caminho eles haviam sentindo o coração arder ao ouvir as escrituras (v.32). Deste modo, os dois decidem retornar a Jerusalém e relatar aos demais discípulos o que havia acontecido. No partir do pão, na comunhão, que Jesus se manifesta aos seus discípulos e seguidores.

Este testemunho fez grande diferença para o evangelista Lucas, que detalha sua descrição. Podemos afirmar que este foi um recomeço para aqueles dois homens e todos os seguidores de Jesus. Da mesma forma, desejamos que esta Páscoa seja um tempo de esperança e recomeço para cada pessoa e família de nossa comunidade educacional e instituições.

Feliz Páscoa!


Pastor Wesley Cardoso Teixeira 
Pastoral Universitária e Escolar 
Universidade Metodista de São Paulo