Você está aqui: Página Inicial / Pastoral Escolar / #PraPensar / 09/08 – Um pai sempre presente

09/08 – Um pai sempre presente

“Ensina a criança no caminho em que deve andar, e ainda quando for velho não se desviará dele.” Provérbios 22.6

Vivemos em um mundo que oferece muitas coisas boas, mas que também traz perigos e muitas ofertas que podem prejudicar as nossas vidas. Eu mesmo já senti vontade de sair “mundão” afora descobrindo coisas novas, que pela aparência julgava serem legais e boas. Contudo, descobri que na realidade não eram tão boas assim. Não foi fácil mudar de ideia e deixar essa vontade de lado. Foi um momento em que precisei de ajuda. Deus, em seu grande amor, mandou a melhor pessoa para me aconselhar e educar. O homem da minha vida, meu pai!

Desde que nasci ele tem me ensinado sobre a vida. Não apenas no aspecto físico, mas também no emocional e principalmente no espiritual. Ele tem me educado nos caminhos do Senhor, me ensinado sobre a palavra de Deus e como vivê-la intensamente. Todas as vezes que errei, ele me chamou e conversou serenamente comigo, mas nunca deixou de me advertir. Hoje, meu pai me aconselha e me ajuda a viver. Me prepara para ser um homem completo, tanto na área profissional, como na espiritual e emocional. Também me prepara para ser o cabeça da casa e, junto com minha futura esposa, educar meus filhos e consagrar meu Lar ao Senhor. Ele é um espelho para mim, tanto de homem quanto de pai, marido e Cristão. Me orgulho de tê-lo como meu pai, pois ele é sempre presente em minha vida. Agradeço a Deus por sua vida todos os dias, porque sei que muitas pessoas não têm a oportunidade de ter um pai tão amoroso e tão próximo.

Demonstre o quanto você ama seu pai. Se vocês não se dão bem, experimente pedir desculpas enquanto é tempo. Sempre é hora de recomeçar!

Enfim, ter um pai aqui na Terra, mesmo que imperfeito, é maravilhoso. Imagine, então, ter um no Céu, perfeito, que nos ama incondicionalmente, cuida de nós em todo o tempo e nunca falha!

Oremos por todos os pais deste mundo, para que Deus possa abençoá-los e capacitá-los. Oremos também pelas crianças que crescem sem a importante presença de um pai amoroso e conselheiro. Que elas possam se sentir tocadas pelo amor paterno que Deus tem por nós.

 

Lucas Gris da Silva Pereira
3º Ano do Ensino Médio
Colégio Metodista Piracicabano